Foi Assim Que Deus Nos Fez

Por

Foi Assim Que Deus Nos Fez. Não adianta o mundo criar mentiras a respeito da origem e criação do mundo. Deus criou tudo do nada e tudo que existe foi criado perfeito, lindo e puro.

Gênesis 1.26-28
(26): E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra.
(27): E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.
(28): E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra.

Foi Assim Que Deus Nos Fez

Na história de Gênesis 1:26-28 nós temos cinco palavras hebraicas que contêm um riquíssimo conteúdo semântico.

Investigando essas palavras, elas nos mostram a ação das qualidades que Deus colocou dentro de cada ser humano.

5 Palavras-chave Neste Texto:

  1. Criou – Barah
  2. Imagem – Salem
  3. Semelhança – Mut
  4. Domínio sobre – Radah
  5. Subjugar – Kabash

Semântica = É o estudo do significado e a interpretação do significado de uma palavra, de uma frase ou expressão em um determinado contexto

Foi Assim Que Deus Nos Fez: Criou – Barah

1)- Criou (Barah 1254) significa que Deus criou sem qualquer matéria-prima. Deus fez do nada. Criou do nada. Não existia “Nada” e Ele criou tudo.

Outro aspecto dessa palavra é que é “uma ação exclusivamente divina”, ou seja, o homem nem se tentar não consegue criar alguma coisa sem a matéria-prima.

Nos leva a entender que todas as coisas criadas, por Deus foram criadas com um propósito divino, pois, Foi Assim Que Deus Nos Fez.

Foi Assim Que Deus Nos Fez: Imagem – Salem

2)- Imagem (Salem 6754)

Deus colocou no homem Sua imagem que abrange a parte “mental, moral e espiritual”.

Quando o homem começou a andar pelo jardim e na terra, ele compartilha e partilhava essa imagem de Deus.

O atributo “imagem” foi essencial para que o homem conseguisse se comunicar com o Criador.

Os animais, por exemplo, foram criados “segundo à sua espécie”, porém o homem foi criado segundo a “espécie de Deus”.

O Homem possui a natureza de Deus e isso possibilita um dia ter uma restauração completa. Paulo conseguiu entender isso dizendo que o homem participaria da natureza divina.

Veja essa sequência de texto como existe uma ligação muito forte:

Gn 1.27
Criou Deus, pois o homem, à sua imagem, à imagem de Deus o criou…

Romanos 8.29
Os predestinou para serem conformes a imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos

II Coríntios 3.18
E todos nos com o rosto desvendado, contemplando, como por espelho, a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória, na sua própria imagem, como pelo Senhor, o Espirito.

É a imagem de Deus em nós, que nos dá capacidade de julgar fatos, coisas, acontecimentos.

(Mais textos do assunto – II Pedro 1.4  e I João 3.2)

Foi Assim Que Deus Nos Fez: Semelhança – Mut

3)- Semelhança (Mut 1823)

Na semelhança de Deus, ou seja, nos aspectos de como Ele é e não na aparência física.

Assim, o modo de Deus agir, nós também agiríamos, porque a “imagem” que temos d’Ele nos dá o discernimento para tomarmos decisões semelhantes a que o próprio Deus tomaria.

Foi Assim Que Deus Nos Fez: Domínio – Radah:

4)- Domínio sobre (Radah 7287)

A capacidade de dominar os animais terrestres, as aves e animais das águas, bem como toda à terra para cultivo e expansão.

Só podemos ter domínio de forma sadia, se tivermos a imagem e semelhança do Criador, então o homem foi totalmente equipado para exercer sua tarefa

Foi Assim Que Deus Nos Fez: Subjugar – Kabash

5)- Subjugar (Kabash 3533)

Deus não mandou que os homens subjugassem homens, apenas as outras criações.

A Semântica dessas palavras:

Estas cinco palavras agem dentro de um só contexto, e servem para nos dar ensinamentos em verdades porque Foi Assim Que Deus Nos Fez

I. O ser humano foi criado por Deus. Nós somos produtos de sua mão e não o resultado do acaso ou de outros fatores de evolução. 

II. O ser humano foi criado por Deus com a capacidade de se relacionar com ele; para que possamos pensar e falar e ao fazer-lo, podemos ser arguidos sobre as coisas espirituais.

III. O ser humano foi criado por Deus com a capacidade de ser gerente geral de toda a criação. Bem como, o ser humano é dotado da escolha e pode fazer o que bem lhe parecer, porém, só não pode esquecer que de tudo que fizer e falar deverá prestar contas por suas ações. 

Conclusão: 

Deus nos criou com todas as habilidades especiais para cumprir seu propósito, e também colocou em nós a responsabilidade de cumprir a missão a nós confiada.

Siga as mensagens de homilética no livro de Gênesis

Deixe uma resposta